quinta-feira, 4 de janeiro de 2018


Um poema para assinalar o mês 

Janeiro é um mês, quase inteiro,
de frio, chuva, nevoeiro.
Mas há um sol em Janeiro,
um sol discreto e fagueiro,
em raras manhãs de azul,
que sorri por entre o frio
e acende um pequeno braseiro
no coração mais sombrio.   


João Pedro Mésseder,O livro dos meses





Sem comentários:

Enviar um comentário

Faça o seu comentário